domingo, 26 de julho de 2009

Há dias...

em que os planos saem furados. E ainda assim, há dias tão bons que nem queremos adormecer.

12 comentários:

Margarida disse...

:)

tão bom...

ricardo disse...

ou dias tao maus que por mais que queiramos nao conseguimos adormecer... justamente porque há dias em que os planos saem furados.

Tuga_a_Valer disse...

Eu concordo com o Ricardo!

Pedro disse...

A Margarida é que sabe! Embora haja dias muito maus. Mas esses, o que interessam?

ricardo disse...

"as coisas vulgares que há na vida nao deixam saudade, só as lembranças que doem ou fazem sorrir..." (Jorge Fernando)

Pedro disse...

Ui, Ricardo, quem foste tu citar... Detesto Mariza e não tenho grande opinião de Jorge Fernando.

ricardo disse...

ainda bem que me avisas... eis-me chegado ao ponto sem retorno...

Pedro disse...

Ricardo: River of no Return, Marylin Monroe.

ricardo disse...

Pedro: Point of no Return, Bridget Fonda / The Point of no Return, Andrew Lloyd Webber...

Pedro disse...

Daqui a pouco estás a falar de Sarah Brightman, que eu gosto tanto... (not!)

ricardo disse...

Enganas-te... de Sarah Brightman eu também nao gosto... e daqui a pouco já nao estou a falar de nada...

Pedro disse...

Se começares a falar de tudo... :)