quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Ouvido na Rua VII

Hipermercado. Sete da tarde.




Ele - Môr... Podíamos levar aqueles croissants pequenos...


Ela (para lá de enxofrada)* - O quê? Para depois ser eu a ter de os comer todos?**




* Eu também ficaria, se me chamassem Môr. Ou Amor. E outras coisas que tais.


** Até parece que alguém a obrigava. Até parece que é difícil.

6 comentários:

Maree disse...

HAHA...concordo com vc, em ambos asteriscos. ^^

Noiva Judia disse...

Também detesto esses diminutivos. Quanto aos croissants, marchavam nas calmas... Mas se a sugestão de os comprar tiver sido doutra pessoa, ela serve de bode expiatório, se o resultado se reflectir na balança...

Helena de Tróia disse...

o problema é que se ela os tinha de comer todos fazia diferença na balança e depois tinha de o aturar a ele a dizer que ela estava gorda e precisava de dieta!..isto a mente das mulheres é mesmo rebuscada!:-)))

Pedro disse...

Palavras para quê? ;)

Adão disse...

Eu gosto do mor. Mas eu sou saloio. Portanto, tenho a justificação necessária para tal. LOL :P

Pedro disse...

Ok, eu relevo, desde que não me chamem isso a mim, certo?