sábado, 24 de janeiro de 2009

Dos vizinhos II

Eram nove horas quando vieram bater-me à porta. Era um dos vizinhos do lado. Os vizinhos do lado são uns miúdos de 20 anos (penso eu, que sou péssimo a avaliar idades), que devem ser estudantes. Para ser sincero, ainda não percebi muito bem quem lá mora, porque este nunca tinha visto.


Mas uma coisa que eu já tinha percebido, era que tinham ouvidos de tísicos. A menos que passem a vida com os ouvidos encostados na parede. Só assim se explica o terem ouvido aí há tempos o que não era suposto ouvir e comentarem entre si em pleno patamar.


Pois que veio pedir para pôr a música mais baixa. E eu disse que sim, claro. Mas com cara de parvo. Não só a música não estava estupidamente alta, como eram 9 horas da noite. De um sábado! E o que é que as pessoas de 20 anos fazem aos sábados? Vão sair com os amigos para se divertirem! O suposto, era ser eu a pedir para diminuirem o som da música!
Obviamente que não estou chateado, o miúdo foi educado e não me custa nada ouvir a música mais baixa. Agora que me fez espécie (já sabem como se pronuncia, não já?), fez!


Espero bem que tenha sido para estudar. Mas mesmo que seja, a juventude está perdida. Ou sou eu que estou velho. Ou não.

*Ok, a música podia ser considerada de gosto duvidoso. Mas as calcinhas de fato de treino dele também e eu não pedi para mudar...

8 comentários:

Carlota disse...

É por isso que eu amo viver no campo... Ninguém me chateia, nem eu chateio ninguém :)
Bjo

Fernando Vasconcelos disse...

Lol, ora aqui está uma inversão bastante curiosa ...

Adão disse...

(gargalhada) eu faço ideia o volume dessa música... se calhar não estava a ficar assim tão baixa... nós com a idade começamos a ouvir pior :P

Formiguita Bipolar disse...

Ouvidos de tísico, lol!
Ora cá está uma expressão que vou começar a usar pois eu devo sofrer de uma variante qualquer 'disso'. Por mais paciente que eu possa ser (e a paciência não é a minha melhor característica) não me cai lá muito bem ouvir a vizinha de baixo a falar à bebé com a sua recém-nascida, às meias horas seguidas.

:)

Maria do Consultório disse...

Ouvido de tuberculoso, diria a minha avó. Eu ando a braços com a flauta da minorca cá de cima e com o anormal de 5 anos que gosta do eco. Que é mesmo atrasado, o raio do gaiato...

Noiva Judia disse...

O que será destes "joves", pergunto eu? Não há exames que justifiquem ficar em casa num sábado à noite... E dava tudo para ver as tais calças de fato de treino... Eram assim tão más?

Pedro disse...

Carlota: eu era incapaz, apesar dos vizinhos...

Fernando: suponho que o jovem então seja eu!

Adão: é verdade, vamos ouvindo pior, mas não estava assim tão alta. Estava no leitor de dvd, que tem 5 colunas, é um facto, mas mínimas. E estava perto de metade da potência...

Pedro disse...

Formiguita: pois, geralmente as crianças não têm a culpa!

Maria: porque tísico é tuberculoso! A flauta... boa sorte! (acho que há uns tampões à venda nas farmácias...)

Noiva: se me cruzar com ele na rua, não o vou reconhecer, quanto mais às calças...