segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Do passado

Uma coisa é quando o passado nos bate à porta e nos pede licença para entrar. E aí, entre goles de chá (orange pekoe ou da Escócia) soltamos gargalhadas e trocamos olhares cúmplices. Outra coisa é quando o passado nos arromba portas e janelas e nos faz reféns dentro de nós próprios.

5 comentários:

Teresa disse...

Very, very disturbing.

Sei por experiência própria.

P.S. Pedrinho, mude a caixa de comentários, que eu recuso-me a comentar nesta treta. É exasperante, não volto a cair no engodo, é a terceira vez que tento comentar este seu post.

Pedro disse...

Disturbing é pouco, infelizmente.

Não fiz alterações aos comentários, está a dar erros?

bluesy traveler disse...

E se o passado o assolar via sms, isso é: a minha vida nas últimas semanas. Glad to find someone in the club.

Cat disse...

Esse é mesmo o pior assalto...

Adão disse...

Bateu-te forte.