quarta-feira, 25 de agosto de 2010

E há também

aquelas pessoas que entram vindas sabe Deus de onde na nossa vida e exactamente no preciso momento que tomamos consciência disso, regressam para de onde vieram, sem deixar rasto. E nós, que só somos orgulhosos ao fim da décima tentativa infrutífera de as contactarmos, arrumamos as nossas coisinhas e seguimos em frente. Até podemos olhar para trás (complexo de Orfeu), mas seguimos em frente. Porque geralmente o orgulho ferido não nos deixa ficar mal. A mim, nunca me deixou.

3 comentários:

Almofariza disse...

Tst...tst...tst.

Cadês
Almofariza

Poetic GIRL disse...

Há pessoas que só merecem mesmo esse comportamento da nossa parte, bjs

CG disse...

São aquelas pessoas que têm uma pequena passagem na nossa vida. Por mais que tentemos, não conseguimos que fiquem. Gosto de pensar que é porque não tinha mesmo de ser.
Big Kisses