terça-feira, 30 de novembro de 2010

Só não tenho o que não quero

Lembram-se de vos pedir ajuda para me encontrarem um topo para a árvore de Natal de cor marfim? Pináculo, estrela, anjo, o que fosse? Pois bem, este sábado foi a uma loja da baixa (há outra nas avenidas novas) e lá estava ele à minha espera. Filho único, em vidro, (como eu gosto) exactamente da mesma cor das bolas em vidro que já tinha, compradas há um montão de anos atrás e super em conta. O que me faz pensar que se começar a focar-me mais em coisas realmente importantes e as quais quero para a minha vida, elas realmente  acontecerão.

5 comentários:

zeh disse...

Andaste a ver o "comer orar amar"... :P

Teresa disse...

Ainda bem que encontrou!
Os meus, tanto o dourado (comprado há muitos anos) como o prateado (no ano passado) são iguais.

E ainda bem que voltou à caixa de comentários tradicional, que a outra é odiosa e faz-me perder a pacîência e a vontade de comentar! :)))

Tulipa disse...

Não tenhas dúvidas disso!

David disse...

Eu bem faço figas todas as sextas mas nunca me sai o Euromilhões!!

Pedro disse...

zeh, por acaso não. É giro?

Teresa, um verdadeiro achado (numa das lojas em que falámos, vi umas pinhas azuis lindas, que tiveram de ficar lá, que este ano é de contenção). Eu não sei o que se passa com a caixa de comentários, porque nunca mexi nela.

Tulipa, não duvido mesmo :)

David: há um dia que há-de sair :)