terça-feira, 19 de julho de 2011

Mas sou o melhor namorado do mundo

Não sou o namorado perfeito. Como em outro âmbito da relação não se nasce ensinado. E por muitas relações que se tenha tido, mais ou menos longas, isso não significa que estejamos preparados para responder da melhor foram aos estímulos e desafios externos que se nos colocam. Até porque provavelmente, como também noutras situações, acabamos por funcionar dentro de padrões mais ou menos constantes. Até na escolha da cara metade. E ainda que assim não seja,  não há outra forma senão a de tentativa-erro. Até acertar (naquela situação e com aquela pessoa, que eu não acredito em formas certas e erradas). E esta coisa do acertar pode levar o seu tempo. Na chave do euromilhões, por exemplo, ainda não acertei. O mais perto disso, foi quando te conheci.

4 comentários:

» sereia, da flor branca e lilás « disse...

ohh, está fofo !!
Gostei da última frase.

» sereia, da flor branca e lilás « disse...

ohh, está fofo !!
Gostei da última frase.

» sereia, da flor branca e lilás « disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Charlie ' disse...

:) fogo se ela vir isto ... vai com toda a certeza pensar que já acertaste.