sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Dos segredos

Diziam-lhe elas, em frente à montra da ourivesaria, onde um monte de alianças em prata se alinhavam, que nada é mais afrodisíaco para uma mulher que uma aliança no anelar esquerdo, sobretudo depois dos trinta anos dele ou a demonstração de afecto para com crianças. Eu sorri-me. Não é preciso um guia para perceber a cabeça das mulheres, sejam elas solteiras, casadas ou divorciadas, basta um pouco de atenção. Mas a conversa fez-me lembrar a história da grega que conheci no início do Verão. Que na sua primeira viagem de trabalho após o casamento, tinha feito questão de levar posta no dedo a aliança, como forma de desencorajar eventuais avanços libidinosos. Pior a emenda que o soneto. Porque a aliança, para os homens casados, tinha como significado estar disponível para ter um flirt inconsequente, já que estariam ambos nas mesmas condições. Seria um segredo só deles.

3 comentários:

sad eyes disse...

Qual o peso do casamento? Afinal pode ser apenas o de algumas gramas no anelar esquerdo.

Pedro disse...

Ou então qual a leveza do casamento ;)

Pipoca Mais Picante disse...

Tão diferentes e tão iguais. Também há mulheres assim, normalmente já são é divorciadas.