segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Só me faltava mais esta

Abrir uma tese de mestrado e reconhecer ipsis verbis subcapítulos inteiros da sua própria tese. Nalguns casos, com a indicação da verdadeira autoria. Na maior parte, sem aspas, apenas com as notas de rodapé que então usámos, sem qualquer outra indicação da proveniência da informação textual. E agora, o que fazer?

7 comentários:

Limited Edition disse...

bom, plágio é crime. eu denunciava imediatamente...

Agridoce disse...

Oh meu deus... E eu que vou entregar agora a minha tese e que me preocupo de assinalar tudo e tudo e tudo como deve de ser... Há gente muito descarada!

Namorado do Pop disse...

Fácil... faz queixa!

Pedro disse...

Pois claro que sim. A minha dúvida é fazer queixa a quem? Vou à polícia e digo que sou vítima de plágio!?

Anónimo disse...

Acho que deves apresentar queixa na universidade onde essa tese de mestrado foi ou vai ser apresentada.

Madalena

Pipoca Mais Picante disse...

Queixa na universidade. Dá trabalho mas há coisas que não deveriam passar em branco.

Pedro disse...

Já foi apresentada. Sim, vou apresentar queixa, muito provavelmente primeiro na universidade e na minha editora e depois se verá