sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

E depois?

Depois os outros, as filosofias baratas, as psicologias da tanga, tão contraditórias quanto os provérbios populares, quem espera desespera, quem espera sempre alcança; tens de aprender a gostar de ti, a estar só, a viver contigo mesmo, a seres auto-suficiente, a não precisares de ninguém, quanto atinges isso para que queres tu uma relação, se já és auto-suficiente, estás lá agora para aturar as merdas dos outros, que não gostam de si, que não gostam de estar sós nem de viver consigo mesmos, quem quer alguém assim?

2 comentários:

elisa disse...

Li e reli e estou um pouco em choque do muito que concordo com estas palavras.Não se precisando de ninguém, salve-nos o facto de outros precisarem de nós.

Namorado P.S. disse...

Mas haverá nesta fase, outras coisas a dizer além de frases feitas, sabedoria popular ou verdades absolutas?