terça-feira, 21 de julho de 2015

Coisas que nunca vou compreender


Pessoas que tratam as respectivas caras-metades ou as caras-metades de alguém por companheiro. E olhem que eu adoro cães!


11 comentários:

silvestre disse...

não sejas mau. :)

Pedro disse...

Tens razão, se calhar espos@ consegue ser pior :x

(para quê ser mau se se pode ser péssimo? :D )

Marisa Maria disse...

Tinha uma professora que dizia "o meu respectivo".

SJ disse...

Lembra me uma personagem do herman que dizia "companheiros, amigos, palhaços"

Horatius disse...

LOL
por acaso estou super-habituado a esse tratamento.

Maria Eu disse...

MQT também soa estranho.

Boa tarde. :)

Miss Moi disse...

Também não gosto.
"Namorad@" não é suficiente?

Anónimo disse...

porque chamares namorado/a à pessoa com quem vives há 15 anos e com quem tens filhos torna-se um bocado ridiculo. isto para quem não se quer casar.

Nádia disse...

Eu gosto do termo companheiro. Preferia que se referissem a mim por "a minha companheira" que por "a minha mulher".

Isa disse...

é muito foleiro...

O Grunho disse...

É a minha MULHER. Uma palavra tão bonita, pá.