terça-feira, 30 de setembro de 2008

Coisas que me fazem espécie

Como já devem ter percebido, sou um rapaz com muitas dúvidas, algumas existenciais, outras nem tanto.
Ando completamente vidrado com os CSI, acabando por me deitar sempre tardíssimo (cabo, cá em casa, só a corda da roupa).
Mas há coisas que me fazem confusão. E não é tanto os delinquentes deixarem sempre pistas para trás, ou se arranjar sempre uma forma de se descobrir o que aconteceu, de preferência com uma máquina muito à frente. Mas, reparem:
1.º Porque é que os assassinos só usam um par de sapatos, porque sempre que prestam declarações, calçam exactamente os sapatos usados na cena do crime?
2.º Porque é que os assassinos fazem sempre sexo sem preservativo, já que os lençóis estão sempre cheios de sémen?
3.º Porque é que a Calleigh (CSI Miami) tem sempre a mesma cara? Será trombose?

8 comentários:

David disse...

Não sei, mas espera ai que vou mandar uma SMS ao Horácio e já te digo qualquer coisa.

Pedro disse...

Horatio. O Sr. chama-se Horatio.

David disse...

És mesmo simples... Isso é o nome artístico...

dcg disse...

Nunca vi o CSI. Não gosto.
Experimenta o Dexter...

Diabba disse...

1º - se assim não fosse o episódio nunca mais acabava. E eles têm outras coisas para fazer, ora!

2º - Francamente... é claro que os assassinos são muito destemidos! Achas que iam fazer a figurinha "ai tenho medinho de apanhar uma daquelas que me faz cair a pila"??

3º - É para ficar parecida com o Horatio, eu durante largos episódios suspeitei que o sr. tinha um problema qualquer de artrose múltipla, tais as posições em que se põe. Afinal é só pró estilo. A Calleigh decidiu imitá-lo, e já se notam as múltiplas rugas.

Esclarecido?

enxofre

Adão disse...

[Gargalhada] Isso será porque os assassinos e os prevaricadores (adoro esta palavra!) devem pouco à inteligência? Eu acho que muitos deles devem. E mais, não existe o crime perfeito! Talvez o amor… mas mesmo esse deixa vestígios!

:PPP

PS Também não tenho cabo cá por casa e adoro o CSI (o meu favorito é Las Vegas)!

Danies disse...

O mal do CSI é que nunca se percebe em quanto tempo (horas, minutos ou dias) é que o episódio se passa. Devia ser como o Sem Rasto e darem balizas temporais.
Relativamente às dúvidas:
1ª - a questão dos sapatos é para pouparem no orçamento. A economia americana está muito mal e não podem estar sempre a irem a São João da Madeira (Capital do Calçado) abastecerem-se.
2ª - Utilizam preservativos de muito má qualidade. Quando chega a hora da explosão, fura-se o dito cujo e aquilo é arte "sementica" por todo o lado. Diz-se que se vende muito Dodot por aqueles lados.
3ª Trombose não será que a pequena não tem nada ao lado. Eu acho que se relaciona com a dúvida de cima com o Horatio. Fazem arte os dois e ela fica assim.

E concordo com o Adão. O CSI Las Vegas é a série melhor. Com personagens bem mais credíveis e construidas. Só o Grissom e a Catherine fazem os episódio. No extremo oposto temos o CSI Miami... o Horatio é algo que não tem explicação mas com grande adesão por parte do sexo feminino acima dos 40. A minha mãe suspira fundo ao ver o Horatio (tal como quando vê o "jogo de ancas" do Tom Jones) assim como outras senhoras que eu conheco. Strange...

Pedro disse...

A graça do CSI Miami é exactamente não ser credível. Mas vá lá, no episódio de ontem a Calleigh chorou (um espasmo ocular, portanto).