quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

2009

2008 foi um ano marcante para mim, na medida em que aconteceram bastantes coisas - muitas perdas, não físicas, mas perdas e também bastantes concretizações. Quer a nível pessoal, como profissional, atingi metas há muito esperadas. Com esforço (demasiado, por vezes), sacrifícios (que não foram poucos), com muito medo e incertezas à mistura. Não quero fazer nenhuma lista daquilo que me aconteceu. Estiveram comigo ao longo de sete meses, conheceram algumas dessas concretizações, outras só a mim interessarão. Mas valeu a pena.


E agora, se me dão licença, e mesmo com este tempo chuvoso, vou ver o mar.




Feliz 2009!


7 comentários:

Adão disse...

Bom ano de 2009, e que este repita os melhores momentos de 2008. Boas "vistas" Abraço

ana disse...

A ver o mar é um bom começo do ano. Também fui

Pedro disse...

:) Feliz 2009!

André Benjamim disse...

um feliz 2009!

ric@rdo disse...

familiar talk.

Maria do Consultório disse...

Isso deixa-me coma chamada dor de corno. Eu, quanto muito, vejo a barragem com peixes mutantes. Devo ter sido mesmo bera noutra vida.Oh se devo...

Pedro disse...

Não é caso para ficar, porque quando se vive à beira-mar acaba-se por não se dar tanto valor nem usufruir tanto como quereriamos. [e o mar estava bravo!]