terça-feira, 5 de maio de 2009

Ah, monsieur,méfiez-vous... Vous connaissez le proverbe

Sempre fui daquelas pessoas que não teve sorte ao jogo. Pelo menos, aquele a dinheiro. O Cluedo não conta, nem as partidas de sueca ou crapot (não me lembro já das regras da Canasta e do King, Bridge nunca aprendi). É raro ganhar ao Monopoly, bem como ao xadrez. E a dinheiro... Nem nas máquinas no Casino, nem uma linha no Bingo (que detesto), nem uma estrela no Euromilhões, quanto mais uma combinação completa.
Pois bem. Na semana passada, depois de um jantar feérico à beira Tejo num dos meus restaurantes preferidos, regado de muito e bom vinho (a ocasião assim o exigia), lá fui para a sala ao lado, para dançar all night long.
Estava esparramado numa das chaises-longues, à espera que me trouxessem as bebidas, quando ela apareceu, alta e loira, estendeu-me as suas senhas do bar e disse-me simplesmente:
- I'm leaving. E nisto, desceu as escadas. Balbuciei um tímido thank you. 7 euros. Nunca me havia esquecido da ministra Bávara e agora muito menos.

7 comentários:

David disse...

Cá para mim andaste mas foi a pedir!

Only Words disse...

Hummm, que figuras estaria tu a fazer para ela te dar as senhas??? LOL

zeh disse...

Terá pensado que te estavas a prostituir e isso era uma deixa para a seguires para ganhares mais que apenas 7 euros?

Formiguita Bipolar disse...

Hã?

Adão disse...

Há c***** com sorte. Desaparecido? Que andarás a tramar? :P

Pedro disse...

David: só dei conta quando estava já à minha frente, de mão estendida ela é que pediu que eu aceitasse!

Only: simplesmente nada literalmente esparramado (à espera que o álcool do jantar descesse um pouco...)


zeh: o que vai nessa cabeça...

Formiguita: é altura de releres os Maias ;)

Adão: quem é que anda desaparecido?

Adão disse...

lllllllllooooooolllllllll