quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Reencontros

Deixei-a no carro, depois de ter jantado cá em casa. Conversas a mil, gargalhadas ruidosas. Como se a última vez que estivemos juntos tivesse sido ontem. Mas nem sempre as amizades antigas são as mais quotidianas.

Não pode deixar de esboçar um sorriso quando cheguei a casa e dei de caras com o seu telefone em cima da arca de centro. Há quem tenha mesas de centro, eu tenho uma arca de centro. E tenho a R. como amiga, há cerca de 20 anos - é sem dúvida a minha amiga mais antiga. Que continua a mesma destrambelhada de sempre, ainda que passemos meses, por vezes anos sem nos vermos. Há coisas que não mudam. E ainda bem. Amanhã devo estar com ela novamente, para lhe entregar o telefone esquecido. O que é sempre um bom motivo para nos reencontrarmo-nos.

4 Non Blondes - What's up

2 comentários:

Ana disse...

É outro reencontro, mas não poderias ter um post com um nome mais apropriado... ;)

Carrie disse...

Há coisa mais doce do que ter amigos de longa data destrabelhados a jantar em nossa casa e a partilhar gargalhadas sonoras?!?!?
Can't get much better!!!