segunda-feira, 3 de março de 2014

Quando o contrário também é possível

Por vezes é preciso que percas algo ou alguém para lhes dares o devido valor. Porém, às vezes também é preciso perderes algo ou alguém para perceberes o quanto estavas a perder. 


2 comentários:

Margarida disse...

É verdade, quando há uma sensação de comodidade a pessoa nem se apercebe da dimensão do que realmente possui apenas quando sente a falta é que percebe.

Namorado P.S. disse...

Tão pragmático. Mas é verdade. Infelizmente em ambos os casos.