quinta-feira, 7 de março de 2013

Já para não falar da apanha do tomate

Quando me falam das hortas urbanas e de plantar alfaces em vasos e tornar as varandas e terraços nos campos de cultivo suspensos da Babilónia, sei automaticamente que são pessoas que se riem muito quando se fala em poda, que não sabem o que são bacelos, que nunca pegaram numa enxada na vida, nem sabem o que é levantarem-se às cinco da manhã para irem vindimar.


7 comentários:

Izzie disse...

Bacelos, não sabia o que era, mas já sei, e sei que plantas pegam de estaca. Já "dei à luz" roseiras e hortências. Vindima e tal é que não é comigo, mas enxadas (prefiro sacholas, gostos de pessoa com pouca força de braços) sei o que são e para que servem, e já manuseei. Quem não tem cão caça com gato; quem não tem terreno planta em vaso ;)

(parabéns pelo emprego novo!)

Pedro disse...

Quem generaliza, corre sempre o risco de incorrer em erro ;)

(obrigado. não é bem emprego, mas faz as vezes de ;) )

Ana disse...

Sei bem o que é desde que vim viver para aqui (excepto levantar-me às cinco da manhã para ir cavar, também estou a trabalhar, não podia ir cavar a essa hora:))é mito duro mesmo, por causa da chuva tenho as favas todas estragadas (ou quase) as couves na mesma... mas o pior é mesmo a rega no verão, principalmente quando se tem pouco tempo para dedicar à agricultura! mas que compensa, compensa muito, é bom comermos o que plantamos:)
Ah, e também tenho galinhas, são só três mas vale a pena também:)
beijos

Pedro disse...

Com animais ainda é pior; há que os alimentar diariamente

São João disse...

E ficar com os braços todos arranhados de andar no meio do milho? Um dia fujo de casa e vou para a aldeia de vez.

Namorado disse...

Não é preciso acordar às 5h para ir vindimar...

Cat disse...

Pois. Comigo nem um singelo pé de salsa sobrevive, ou tem água a mais ou água a menos!